Cultura da mediação

Olá estudantes!

Desde o ano de 2012, quando iniciei meus estudos no Direito conheci os métodos de resolução dos conflitos alternativos ao judiciário, dos quais cito a mediação como uma técnica perfeita para um conflito que surge numa ralação que deverá continuar mesmo com o desafeto, um exemplo, um casal deseja o divórcio, porém eles são sócios de uma grande empresa e desejam que esta não seja afetada pela desavença. Neste caso, uma demanda judicial poderia, além de não resolver de fato o conflito em questão, seria a razão de outros conflitos.

Esta conversa anterior foi pra poder explicar o quão gritante é o judiciário ser provocado a fim de que escolha qual é a escola mais adequada para um (a) criança/jovem porque os genitores não consegue através de um diálogo. O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), fomenta a cultura de mediação para sociedade brasileira, objetivando chegar a uma resolução satisfativa da lide, tornando-a mais efetiva e justa.

Por fim, aos queridos estudantes de direito o pedido para o incentivo à cultura da mediação. A luta pelo Direito, assim como intitula livro de Ihering, as conquistas do Direito é uma constante luta. Vamos conquistar, incentivar uma sociedade menos litigiosa, o dever é nosso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s